Se o seu emprego é tão ruim, será que não está na hora de deixá-lo ?

Eu não vou entrar no mérito de terceirização porque não sou um dos maiores fãs da CLT. Na minha opinião ela é mais nociva que realmente útil às pessoas, pois acaba as tornando escravas da sua própria incapacidade de se libertar.

E hoje navegando pelo Facebook dei de cara com uma imagem que se não assusta celebra a necessidade das pessoas de se auto flagelar em vidas que não são as suas, e que, no fim, cabe muito bem a um blog que tem como temática a sua prosperidade. Prosperidade que só realmente começa quando entendemos que não são os outros que são responsáveis pela nossa felicidade. Somos nós e nossas atitudes diárias que construímos nosso sucesso e insucesso.

O grande problema desta imagem é que ela começa com um argumento extremamente perigoso. Ela mostra a imagem de uma pessoa sorrindo e na descrição um emprego de merda. Do outro lado uma pessoa num emprego de merda sem férias, dećimo terceiro e FGTS.

Será que eu estou no lugar certo ?

Uma coisa comum no Brasil é a pessoa viver uma vida que não é a dela. São pessoas que por estarem em um lugar que não os agrada começam a segunda esperando a sexta-feira e sofrem da famosa Síndrome do Domingo.

Hoje mesmo no elevador indo para o trabalho me assustei. O primeiro comentário que ouvi foi de uma pessoa soltando esta famosa frase , só que em outra versão : “Que bom que esta semana só 4 dias né ? “.

É triste ouvir alguém dizendo aquilo pois demonstra que os dias dela são um eterno martírio sem fim.

A pergunta que todas estas pessoas que sofrem desta síndrome devem se fazer é: será que eu estou no lugar certo ?

E, desculpe, não adianta vir com todas as desculpas padrão. Eu precisodo do emprego. Eu não sei fazer outra coisa, e muitas outras coisas mais que vão aparecer antes de você responder para si mesmo o que você não quer ouvir.

Sim, eu estou no lugar errado. Ao entender isto, você notará que não é somente o seu emprego que é ruim, é sim, você que é incapaz de se deixar ser feliz.

Como eu posso sair deste círculo vicioso ?

Eu não sou vidente, muito menos sou a pessoa mais correta do mundo neste ponto. Posso lhes dizer que durante muito anos fui escravo da minha própria incapacidade de mudar.

Isto me levava a uma insatisfação terrível. E esta insatisfação me levava a mesmo tendo um emprego bom estar sempre achando que tinha menos do que devia, já que o prejuízo emocional era sempre maior que os ganhos que eu tinha.

Por este motivo, qual é o melhor jeito de sair deste círculo vicioso ? Para de culpar os outros pelas suas mazelas e erros e assumir-se como principal responsável pela resolução da grande mentira que é sua vida.

Sim, porque ao contrário do que lhe ensinaram a única pessoa que lhe deve uma melhor condição de trabalho e vida é você. Você é responsável por tudo que lhe acontece e não uma CLT ou sindicatos ou governo.

Pois é a partir deste conhecimento da sua culpa e planejamento de sua saída deste horroroso círculo vicioso é que você finalmente se descobrirá como indivíduo e irá realmente saber qual é sua missão neste mundo.

É hora de agir !!!!

Se você se enxergou em todos os pontos que eu falei até agora é hora realmente de repensar quem você é, o que quer e agir.

O primeiro passo que eu lhe aconselharia é usar a caixa de inscrição na lista de e-mail logo no início da página, onde você receberá uma série de e-mails que irão lhe ajudar neste jornada de conhecimento pessoal . São uma série de textos muito interessante sobre prosperidade que lhe darão um primeiro caminho de como se livrar das amarras que lhe prendem na sua atual situação.

O segundo passo é planejar-se. Se seu emprego é ruim e você sonha em trabalhar com outra coisa, use sua atual situação como trampolim para sua felicidade.

Faça cursos novos, procure formas de ganhar dinheiro com o que gosta e lhe garanto, em poucos meses ou até um ou dois anos você poderá estar se livrando da sua vida atual.

Não há nenhuma mágica, você só irá receber ou ter aquilo que realmente acha merecer, a partir do momento que realmente merecer isto.

%d blogueiros gostam disto: